The Political Construction of Brazil

2017. An encompassing analysis of Brazil’s society, economy and politics since the Independence. A national-dependent interpretation. Three historical cycles of the relation state-society: State and Territorial Integration Cycle (1822-1929), Nation and Development Cycle (1930-1977) and Democracy and Social Justice Cycle (1977-2010). Crisis since then. (Book: Lynne Rienner Publishers)

Mais informações

Macroeconomia Desenvolvimentista

2016. With José Luis Oreiro e Nelson Marconi. Our more complete analysis of Developmental Macroeconomics – the central economic theory within New Developmentalism. (book)

Mais informações

Europa


Documentos 1 a 23 de 23



Sovereignty, the exchange rate, collective deceit, and the Euro crisis

2014, with Pedro Rossi. The euro crisis is a internal exchange rate crisis; austerity is a costly and inhuman policy of internal depreciation. (paper, in the Journal of Post Keynesian Economiscs)



The euro crisis: to think the unthinkable

2012. Five selected articles published in Folha de S. Paulo on the financial sovereign debt crisis.



Crise do euro, avanços no Brasil

2011. The Euro Zone faces a major crisis. It is trated as if it were a fiscal crisis but, actually, is a currency crisis. Meanwhile Brazil faces difficulties, but there is some progress in understanding the role of the exdhange rate. (Conference)



The crisis of the euro, a foreign currency

2012. Articles published in the press, especially in my weekly column in Folha de S.Paulo, between February 15, 2010 and June 5, 2012. In these articles I radicalized the analysis to the extent that I understand the seriousness of the crisis. The turning point for me came when, in my article of November 21, 2011, I became aware of what had been the fundamental error of the creators of the euro: they replaced their national currencies with a foreign currency.



A crise do euro, uma moeda estrangeira

2012. Artigos publicados na imprensa, principalmente em minha coluna quinzenal na Folha de S. Paulo, entre 15.2.2010 e 5 de junho de 2012. Nesses artigos eu radicalizei a análise à medida em que fui compreendendo a gravidade da crise. O turning point para mim ocorreu quando, no artigo de 21 de novembro de 2011, dei-me conta de qual fora o erro fundamental dos países criadores do euro: eles substituíram suas moedas nacionais por uma moeda estrangeira.



Crise do euro, avanços no Brasil

2011. The Euro Zone faces a major crisis. It is trated as if it were a fiscal crisis but, actually, is a currency crisis. Meanwhile Brazil faces difficulties, but there is some progress in understanding the role of the exdhange rate. (Conference)



Euro, jogo de soma menor que zero (Folha, 04.06.12)

2012. Está claro que o euro é um jogo em que todos perdem; e perderão muito mais com uma crise descontrolada. (Articles: Folha de S.Paulo)



Saving the euro or saving Europe (Folha, 07.05.12)

2012. We are aware that the fiscal austerity policy is wrong. A problem which in its origin is not fiscal (Articles: Folha de S. Paulo)



Salvar o euro ou salvar a Europa (Folha, 07.05.12)

2012. Política de austeridade fiscal está equivocada; ataca-se um problema que na origem não é fiscal. (Articles: Folha de S.Paulo)



Será Putin tão mau assim? (Folha, 12.03.2012)

2012. Ele liderou a retomada econômica do país e fez os cidadãos voltarem a ter orgulho de serem russos. (Articles: Folha de S.Paulo)



Euro, pensar o impensável (Folha, 27.02.12)

2012. É melhor que os europeus pensem seriamente na alternativa de extinguir a moeda comum de 17 países. (Articles: Folha de S.Paulo)



Nem segurança, nem soberania (Folha, 05.12.11)

2011. Ao criar o euro, líderes da Europa deveriam ter feito um limite também para o deficit em conta corrente. (Article: Folha de S.Paulo)



Moeda europeia ou estrangeira? (Folha, 21.11.11)

2011. O erro fundamental do euro é o de ser uma moeda que os países não têm o poder soberano de emitir. (Articles: Folha de S.Paulo)



Os tempos anormais da Europa (Folha, 07.11.11)

2011. A melhor solução para a Grécia e para a zona do euro é uma saída negociada e ordenada do país do grupo. (Article: Folha de S.Paulo)



La crise de l'Euro et la crise financière globale

2011. La crise de l'euro est une crise causé par l'appréciation implicite du taux d'échange des pays endettés. (Conferência, Paris: slide presentation)



Grécia, tome a iniciativa (Folha, 10.10.11)

2011. Caberia ao governo declarar a moratória, exigir desconto da dívida pública, sair do euro e desvalorizar a moeda. (Article: Folha de S.Paulo)



Crise europeia sem controle? (Folha, 18.07.11)

2011. Não há garantia de que a reestruturação da dívida grega garantirá a travessia da crise, porque o risco do contágio sempre existirá (Artilcle: Folha



Reestruturação negociada para a crise (Folha, 03.07.11)

2011. The European Central Bank, the European Community and the IMF decided to kick the can down the road instead of solving the problem. (Article: Folha de S.Paulo).



Crise do euro e unificação política (Valor, 29.06.11)

2011, com José Luis Oreiro. O problema genético do euro é que ele é uma moeda sem Estado. Isso cria um dilema para a política monetária (Article: Valor).



O fracasso do euro (Folha, 05.06.11)

2011. Países com altas dívidas privadas estão em uma armadilha a única solução racional é abandonar o euro. (Articles: Folha de S.Paulo)



A natureza da crise na Europa (Folha, 10.5.10)

2010. Este artigo foi publicado no mesmo dia em que foi anunciado um pacote de 750 bilhões de euros para garantir o próprio euro. (Artigo, Folha)



Especulação contra o Euro (Folha, 15.2.10)

2010. Esse ataque especulativo é mais uma comprovação da necessidade de regulação cerrada de bancos e fundos (Article: Folha de S.Paulo).



Um outro capitalismo (Folha, 17.10.05)

2005. Competion coming from developing countries constrains social policy in the rich ones, but this does not hinder that Europe, differently from the US, keeps its social capitalism.(article: Folha de S.Paulo)




Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com