PUBLICIDADE  
 
 
 
HOME SOBRE BRESSER-PEREIRA PÁGINA NO FACEBOOK
BONS ARTIGOS QUE LI BONS FILMES QUE ASSISTI

BRAZILIAN JOURNAL OF POLITICAL ECONOMY

OLHAR O MUNDO FALE CONOSCO
 
  Tipos de trabalhos  
 

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs
Short cv & bio
Textos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira

Tipos de Trabalhos

Livros
Livros na íntegra
Livros organizados (edited)
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Texto para Discussão
Artigos de jornal & Entrevistas
Principais Entrevistas
Notas no Facebook
Cartas
Críticas de Cinema
Documentos & Relatórios
Programas / Syllabus
Apresentações / Slides
Vídeos e Áudios





Outros idiomas

Works in English
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Método

Método científico

Novo Desenvolvimentismo

Novo Desenvolvimentismo (textos básicos)
Desenvolvimentismo Clássico (textos básicos)
Novo Desenvolvimentismo (economia política)
Novo Desenvolvimentismo (teoria econômica)
Novo Desenvolvimentismo (aplicado)
Novo Desenvolvimentismo (contribuições e críticas de terceiros)

Sociedade-Capitalismo

Teoria social - textos básicos
Teoria social (todos)
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS

Política

Teoria política - textos básicos
Teoria política (todos)
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo
Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes - Br
Democracia no Brasil
Teoria da Dependência
História intelectual
Perfis individuais
Política Externa - Br
Burocracia pública - Br
Empresários e administradores - Br
Reforma da universidade
Conjuntura Política - Br
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil

Economia

Teoria econômica - Textos básicos
Teoria econômica (todos)
Teoria do Desenvolvimento Econômico
Crítica da teoria neoclássica
Desigualdade e Distribuição
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração
Economia mundial
Crise global de 2008
Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Populismo econômico - Br
Desindustrialização - Br
Crise fiscal do Estado - Br
Planos de estabilização - Br
Plano Bresser
Quase-estagnação desde 1980 - Br
Conjuntura Econômica - Br

Países e regiões

Relações internacionais
América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa

Trabalhos de terceiros

Bons artigos que li recentemente
Reforma Gerencial - Terceiros
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"(2001)
Notícias e Comentários

Ações / Ministérios

Ministério da Fazenda
Plano Bresser
MCT Ministério da Ciência & Tecnologia
Fundação Getulio Vargas, São Paulo

MARE - Ministério da Reforma do Estado

Documentos da Reforma
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil
Reforma Gerencial - Terceiros
Agências Executivas e Reguladoras
Organizações Sociais
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)
Leis sobre Organizações Sociais
 
 
 

 

Crítica da teoria neoclássica


  Documentos 1 a 12 de 12
Por um pensamento econômico heterodoxo dominante: Um manifesto acadêmico
2013. The core of neoclassical economics (general equilibrium and rational expectations macroeconomics) is demoralized. A Keynesian-structuralist alternative is available. What is necessary to do to become mainstream again. English version available.
For a heterodox mainstream economics: an academic manifesto
2011. The core of neoclassical economics (general equilibrium and rational expectations macroeconomics) is demoralized. A Keynesian-structuralist alternative is available. What is necessary to do to become mainstream again. Portuguese version available. Also available a Slide presentation.
Why economics should be a modest and reasonable science
2012. Since economics is a social science, good economics is historical and assumes uncertainty. Thus, it should be modest and reasonable, See corresponding paper. (Conference receiving the James Street Award from the Association for Evolutionary Economics: slide presentation)
The global financial crisis, neoclassical economics, and the neoliberal years of capitalism
2010. The 2008 financial crisis signaled the end of 30 Neoliberal Years of Capitalism. It was caused by the deregulation promoted by the neoliberal ideology justified "scientifically" by neoclassical economics. Paper (Revue de la Régulation).
A crise financeira global e depois: um novo capitalismo?
2010. The 2008 financial crisis was caused by the deregulation promoted by neoliberal and financialized capitalism with the support of neoclassical economics. (Paper: Novos Estudos Cebrap).
The global financial crisis and a new capitalism?
2009. The 2008 financial crisis was caused by the deregulation promoted by neoliberal and financialized capitalism with the support of neoclassical economics. (Paper: Journal of Post Keynesian Economics)
The two methods and the hard core of economics
2008. Neoclassical economists use the hipothetical deductive method, but an empirical-deductive method, particularly the new historical facts approach, is a a more advisable aternative. (Paper: Journal of Post Keynesian Economics). Portuguese version available.
Os dois métodos e o núcleo duro da teoria econômica
2009. Neoclassical economists use the hipothetical deductive method, but an empirical-deductive method, particularly the new historical facts approach, is a a more advisable aternative. (Paper: Revista de Economia Política). English version available.
Os dois métodos e o núcleo duro da teoria econômica
2009. Neoclassical economists use the hipothetical deductive method, but an empirical-deductive method, particularly the new historical facts approach, is a a more advisable aternative. (Paper: Revista de Economia Política). English version available.
Ortodoxos e histórico-institucionalistas
2005. Tony Lawson is making an important contribution to economic methodology with his ontological approach, and also because he sees that mainstream economics is essentially characterized by the method it uses - a mathematical-deductive method. (Comments to Tony Lawson's paper, "The nature of heterodox economics" just published here).
Economia Formal e Economia Política
1970. Economic theory is formed of two branches: formal economics, a sum of tools, and political economy, the analysis of real economic systems and problems. (Note: FGV/SP)
A teoria econômica e os países subdesenvolvidos
1967. General economic theory does not apply to underdeveloped countries. (Paper: Revista de Administração de Empresas)
 
 
 
 
 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br