PUBLICIDADE  
 
 
 
HOME SOBRE BRESSER-PEREIRA PÁGINA NO FACEBOOK
BONS ARTIGOS QUE LI BONS FILMES QUE ASSISTI

BRAZILIAN JOURNAL OF POLITICAL ECONOMY

OLHAR O MUNDO FALE CONOSCO
 
  Tipos de trabalhos  
 

Quem é/Who is

A guide to my work
Currículos / CVs
Short cv & bio
Textos autobiográficos
Sobre Bresser-Pereira

Tipos de Trabalhos

Livros
Livros na íntegra
Livros organizados (edited)
Papers
Pequenos textos, prefácios, etc.
Texto para Discussão
Artigos de jornal & Entrevistas
Principais Entrevistas
Notas no Facebook
Cartas
Críticas de Cinema
Documentos & Relatórios
Programas / Syllabus
Apresentações / Slides
Vídeos e Áudios





Outros idiomas

Works in English
Weekly Columns
Oeuvres en Français
Trabajos en Español

Método

Método científico

Novo Desenvolvimentismo

Novo Desenvolvimentismo (textos básicos)
Desenvolvimentismo Clássico (textos básicos)
Novo Desenvolvimentismo (economia política)
Novo Desenvolvimentismo (teoria econômica)
Novo Desenvolvimentismo (aplicado)
Novo Desenvolvimentismo (contribuições e críticas de terceiros)

Sociedade-Capitalismo

Teoria social - textos básicos
Teoria social (todos)
Capitalismo e modernidade
Classes e tecnoburocracia
Revolução Capitalista e ...
Revoluções, Revoltas e Movimentos
Globalização
Organização administração
Estatismo e URSS

Política

Teoria política - textos básicos
Teoria política (todos)
Teoria do Estado
Sociedade civil
Republicanismo e direitos de cidadania
Teoria da Democracia
Ciclos do Estado
Populismo político e econômico
Nação e nacionalismo
Social democracia e esquerda
Neoliberalismo e globalismo
Interpretações do Brasil
Pactos políticos e coalizões de classes - Br
Democracia no Brasil
Teoria da Dependência
História intelectual
Perfis individuais
Política Externa - Br
Burocracia pública - Br
Empresários e administradores - Br
Reforma da universidade
Conjuntura Política - Br
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil

Economia

Teoria econômica - Textos básicos
Teoria econômica (todos)
Teoria do Desenvolvimento Econômico
Crítica da teoria neoclássica
Desigualdade e Distribuição
Teoria macroeconômica
Política e Economia
Câmbio e poupança externa
Câmbio e Doença Holandesa
Câmbio e crescimento
Crises econômico-financeiras
Dívida externa
Investimentos e taxa de lucro
Inflação
Inflação inercial
Comércio e integração
Economia mundial
Crise global de 2008
Desenvolvimento econômico - Br
Macroeconomia do Brasil
Populismo econômico - Br
Desindustrialização - Br
Crise fiscal do Estado - Br
Planos de estabilização - Br
Plano Bresser
Quase-estagnação desde 1980 - Br
Conjuntura Econômica - Br

Países e regiões

Relações internacionais
América Latina
Argentina
Estados Unidos
Europa

Trabalhos de terceiros

Bons artigos que li recentemente
Reforma Gerencial - Terceiros
Cursos
Debate sobre "Crescimento com Estabilidade"(2001)
Notícias e Comentários

Ações / Ministérios

Ministério da Fazenda
Plano Bresser
MCT Ministério da Ciência & Tecnologia
Fundação Getulio Vargas, São Paulo

MARE - Ministério da Reforma do Estado

Documentos da Reforma
Reforma Gerencial - Teoria
Reforma Gerencial - Brasil
Reforma Gerencial - Terceiros
Agências Executivas e Reguladoras
Organizações Sociais
Gestão da Saúde
Gestão da Educação
Implementação Nível Federal
Implementação São Paulo
Implementação Minas Gerais
Implementação Outros Estados
Bibliografia da Reforma da Gestão Pública
Cadernos MARE
América Latina: Declaração de Madri (Clad)
Leis sobre Organizações Sociais
 
 
 

 

Revolução Capitalista e ...


  Documentos 1 a 17 de 17
Revolução capitalista e Estado desenvolvimentista
2013. Article being written. Comments welcome.
Transição, consolidação democrática e revolução capitalista
2011. Transition to democracy can happen before the capitalist revolution, but democratic consolidation depends that it is "completed", i.e., that economic surplus is appropriated in the market. (Paper: Dados).
Desenvolvimentismo: ideologia do desenvolvimento econômico dos países retardatários
2012. Bresser-Pereira recorda que, no Brasil, o nacional-desenvolvimentismo foi a estratégia dominante entre 1930 e 1980, e teve êxito em promover a industrialização ou, mais amplamente, a revolução capitalista do país (Entrevista de Graziela Wolfart).
Democracy and capitalist revolution
2012. Transition to democracy can happen before the capitalist revolution, but democratic consolidation depends that it is "completed", i.e., that economic surplus is appropriated in the market. (Paper: Économie Appliquée) Versão atualizada de Why did democracy become the preferred political regime only in the twentieth century
Desenvolvimento e subdesenvolvimento no Brasil
2011. A summary of Brazil`s development. Why it became backward. How it eventually made its national and capitalist revolution and turned a middle income country. (Article in book edited by André Botelho and Lilia Moritz Schwarcz).
Império e nação na sociedade global (e o Brasil)
2011. Latecomers - the countries that didn`t made their Capitalist Revolution in the 18th or the 19th century need nationalist revolutions to fight imperialism and make their own national and industrial revolution. (Paper being worked)
As duas fases da história e as fases do capitalismo
2011. The capitalist revolution is a major economic and social change that divides the history of mankind in two parts, as it opens room to development. Capitalist development, on its hand, follows a number o phases or stages. (Paper: Crítica e Sociedade)
Why did democracy become consolidated only in the twentieth century?
2011. (Paper) The final version of this paper is Democracy and capitalist revolution,but I decided to conserve this earlier version.
Revolta no Oriente Médio e revolução capitalista
2011. The Arab peoples finally revolt. Pre-industrial countries, they fight for democracy and economic opportunity in countries dominanted by the "Ocident" - a classical eupheminism for the industrial empires the dominated the Near Orient since the 19th century. (Política Democrática)
Democracy or capitalist revolution? (Folha, 30.1.11)
2011. I know of no country that became a stable democracy without previously achieving its national revolution. (Article: Folha de S. Paulo)
Nação, sociedade civil, Estado e estado-nação: uma perspectiva histórica
2009. Nation and civil society are forms of politically organized societies, the state, the central institution, and the nation-state the basic territorial-political unity that the Capitalist Revolution originated. This article orginated "Estado, estado-nação e Revolução Capitalista" (2010). (Discussion paper EESP/FGV 189)
Democracia possível e Estado capaz na América Latina
2009. A consolidated democracy requires a capable state, a strong nation and an active civil society. The quality of democracy must be improved but it is a mistake to o include in the concept of democracy more than its minimum, procedural, requirements. (Paper)
Desenvolvimento econômico e revolução capitalista
2008. Economic development as well as nations, the modern state, and the nation-state are outcomes of the Capitalist Revolution - this tectonic structural change formed by three sub-revolutions: the Commercial, the National and the Industrial revolutions. (Discussion paper)
Nação, Estado e Estado-nação
2008. Three basic definitions nations are a form of politically organized society that emerges with capitalism the state, the law system and the organization that enforces it the nation-state, the basic territorial-political unity in capitalism. Note only in this site
Por que a democracia se tornou dominante e consolidada apenas no século XX?
2008. Only in early twentieth century the bourgeoisie accepted democracy. The new historical fact that led to to democracy was the capitalist revolution. The final version of this paper is Democracy and capitalist revolution.
Da diplomacia do equilíbrio de poderes à política da globalização
2003. After the end of the Cold War balance of powers diplomacy is over. Now major nations are not enemies but competitors in a global system which is being institutionalized. Translation of "After Balance of Powers Diplomacy, Globalization's Politics" (Paper: Novos Estudos CEBRAP)*.
After balance of powers diplomacy, globalization's politics
2002. After the end of the Cold War balance of powers diplomacy is over. Major nations are now not enemies but competitors in a global system which is being institutionalized. Portuguese version available. (Paper: In Eric Hershberg's edited book)*.
 
 
 
 
 

 

© Direitos Autorais Bresser-Pereira
São Paulo - SP | ceciliaheise46@gmail.com

 

Desenvolvido pela E-Xis | www.e-xis.com.br