The Political Construction of Brazil

2017. An encompassing analysis of Brazil’s society, economy and politics since the Independence. A national-dependent interpretation. Three historical cycles of the relation state-society: State and Territorial Integration Cycle (1822-1929), Nation and Development Cycle (1930-1977) and Democracy and Social Justice Cycle (1977-2010). Crisis since then. (Book: Lynne Rienner Publishers)

Mais informações

Macroeconomia Desenvolvimentista

2016. With José Luis Oreiro e Nelson Marconi. Our more complete analysis of Developmental Macroeconomics – the central economic theory within New Developmentalism. (book)

Mais informações

Bons artigos que li recentemente


Documentos 1 a 60 de 2791



Quem ganhou as eleições americanas?

Luis Eça (2018) Se as eleições presidenciais se realizassem agora, o candidato do Partido Democrata, estaria, provavelmente, arrumando as malas para se mudar para a Casa Branca..



Brazil at the crossroad

Scott Mainwaring (2018) Election of Bolsonaro is likely to test democracy there, and regionally (Interview to Liz Mineo)



Toma que o filho é teu

Helena Chagas (2018) Da cúpula do Exército para Bolsonaro.



Politicamente incorreto

Pablo Ortellado (2018) Bolsonaro se dá o direito de tripudiar a democracia e os direitos humanos, mas de 'brincadeira'.



Viver com as mudanças climáticas

Patrick Verkooijen (2018) Nos próximos 15 anos, o mundo terá de investir US$ 90 tri em melhorias de infraestrutura. Se eles forem ou não criados com recursos de baixo carbono determinará um futuro mais resistente aos efeitos climáticos ou a ruína de alimentos, da água e da segurança em várias décadas.



Anos de chumbo

Fernando Limongi (2018) Aos derrotados cabe cobrar dos eleitos respeito às leis.



Políticos assassinos

Jeffrey Sachs (2018) Os EUA se orgulham de ser uma democracia constitucional, mas, na política externa, o presidente pouco se diferencia de um déspota. O domínio de uma só pessoa nessa esfera, como nos EUA e na Arábia Saudita, é quase garantia de grande derramamento de sangue.



Como salvar a democracia?

Yascha Mounk (2018) Cidadãos não devem subestimar risco de Bolsonaro.



Só uma frente apartidária conterá um governo de ocupação

Wanderley Guilherme dos Santos (2018) O lulismo acabou; a esquerda terá que se reunir pela democracia sem cartas marcadas para 2022 (Entrevista: Maria Cristina Fernandes).



Aprenda, PT

Marcelo Rubens Paiva (2018) Aprenda, PT. O antipetismo o derrotou. Faça autocrítica e peça desculpas.



Como chegamos até aqui? Não houve revolta de perdedores da globalização

Marcus André Melo (2018) As questões redistributivas no país não foram eclipsadas pelas identitárias.



Na encruzilhada

Maria Hermínia Tavares de Almeida (2018) Não se pode subestimar a erosão da democracia que um governo pode promover.



Gente frouxa

Nuno Ramos (2018) Vocês deixarão seguir o passo a passo da catástrofe?



Transtorno obsessivo compulsivo

Antonio Prata (2018) Mas é melhor que a roubalheira do PT.



A escolha

Rogério Cezar de Cerqueira Leite (2018) Não é esquerda ou direita; é civilização ou barbárie.



Pedra e vidraça

Roger Waters (2018) Músico afirma que boicotaria o Brasil em defesa da democracia caso candidato seja eleito, como faz com Israel.



Respostas simples para desesperados

Emilio Gentile (2018) Maior especialista em fascismo da Itália diz que banalização do termo acaba por fortalecê-lo. (Entrevista)



As mílicias dos cidadãos de bem

Bruno Paes Manso (2018) Pesquisador classifica a plataforma de Bolsonaro para a segurança pública como superficial e lembra que o candidato, favorável à liberação do porte de armas, já defendeu grupos de extermínio.



A guerra civil nos Estados Unidos

Jeffrey Sachs (2018) A queda do predomínio dos brancos não hispânicos na população total talvez tenha ampliado a divisão cultural dos EUA nos últimos 20 anos. Com a previsão de que eles deverão se tornar uma minoria em 2045, a guerra civil em curso pode se agravar.



O admirável mundo do Novo

2018- Notável artigo de Fernando Limongi criticando aqueles que só olham para a agenda econômica e votam em um candidato inaceitável. (Valor)



People vs. Money in America's Midterm Elections

Joseph Stiglitz (2018) Bernie Sanders-style progressives have the message Democrats need to beat Trump and the Republicans.



Will new technologies help or harm developing countries?

Dani Rodrik (2018) questions the conventional wisdom that digitization can replace manufacturing as an engine of income growth.



The dollar and its discontents

Barry Eichengreen (2018) thinks it's now plausible that the greenback could lose it global hegemony in a timeframe of 5-10 years.



As vozes de Bolsonaro e Haddad

Celso Rocha de Barros (2018) O candidato do PSL, se eleito, desmoralizaria a direita por uma geração inteira.



Mídias sociais colaboraram para armadilha eleitoral

Pablo Ortellado (2018) Facebook, Twitter, WhatsApp e Telegram têm nos deixado indignados e assustados.





Os rupístreos ignoraram o extremismo do extremo e rumaram ao precipício

Bernardo Carvalho (2018) Seu fim resultou de um imenso retrocesso, no qual flertaram com o mal e o caos, justificando-os como salvação.



A raiva venceu. Apertará confirmo dia 28?

Clóvis Rossi (2018) Bolsonaro, se eleito, entrará para a seleção contraliberal.



We have 12 years to limit climate change catastrophe

Jonathan Watts (2018) The world's leading climate scientists have warned there is only a dozen years for global warming to be kept to a maximum of 1.5C, beyond which even half a degree will significantly worsen the risks of drought, floods, extreme heat and poverty for hundreds of millions of people.



Bolsonaro usa táticas fascistas como Trump

Jason Stanley (2018) Para filósofo, presidenciável vilaniza minorias e rivais e se vende como solução (Entrevista a Danielle Brant).



As ilusões persistem

Carlos Luque, Simão Silber e Roberto Zagha (2018) Não é possível ajustar as contas públicas sem um crescimento robusto, nem crescer só com base no mercado interno.



O Estado cercado: os limites insustentáveis da ação pública

José Reis (2018) Os processos de diluição de variáveis cruciais da estruturação de uma economia "nacional" em espaços ditos "globais" são intensíssimos e muitos deles mostram como os governos agem em contextos em que a "sua" própria economia, a do país que governam, lhes escapa.



Constituição mudou preferência eleitoral dos mais pobres

Marta Arretche (2018) Inclusão social promovida pela Constituição de 1988 mudou as expectativas dos brasileiros de baixa renda e inaugurou uma nova distribuição de preferências do eleitorado, que hoje revela, na escolha de representantes, uma racionalidade similar às democracias mais desenvolvidas.



Desigualdade extrema

Naercio Menezes Filho (2018) Brasileiros muito ricos têm a mesma renda média que os europeus; e a dos mais pobres é sete vezes menor.



Renda básica ou salário mínimo digno?

Laura Tyson e Lenny Mendonça (2018) Tanto as empresas quanto os governos podem ajudar a cobrir a diferença entre os salários mínimo digno e o salário mínimo. Em 2014, a Ikea começou a pagar salários mínimos dignos baseados no calculador do MIT, e outras empresas seguiram seu exemplo.



A erosão das normas democráticas

Steven Levitsky (2018) A polarização nublou as percepções na eleição à Presidência no Brasil.



Nada em Temer nunca surpreende

Mario Sergio Conti (2018) Tales AbSáber analisa a estirpe dos homens medíocres do poder político.



Viajando com Gulliver

João Pereira Coutinho (2018) Depois de ler o livro de Jonathan Swift, só acredita em messias quem desistiu de pensar.



Não é o que parece

Pablo Ortellado (2018) Ascensão de Bolsonaro deixará marcas profundas na sociedade.



Autor holandês defende a utopia do dinheiro para todos

Rutger Bregman (2018) diz que renda mínima universal incentiva o empreendedorismo.



Lucro alto justifica cotações espetaculares?

Robert Shiller (2018) Um mercado baixista pode se instaurar sem maior aviso ou sem motivo aparente, ou com a próxima recessão, o que afetaria os ganhos das empresas. Esse resultado combinaria com um comportamento histórico de reação exagerada a alterações dos lucros.



O bem-sucedido modelo do Japão

Adair Turner (2018) O crescimento japonês é inferior ao da maioria das economias ricas. Mas o que interessa para o bem-estar humano é o PIB per capita, e o crescimento anual do Japão de 0,65%, observado no período de dez anos iniciado em 2007, equivale ao dos EUA.



O fantasma de Pinochet

Laura Carvalho (2018) Autoritarismo serve mais às elites do que ao conjunto da sociedade.



Gato por lebre

José Eli da Veiga (2018) Harari ignora a Agenda 2030, a iniciativa da ONU que mais poderá impelir as políticas de sustentabilidade.



Os bolsonaristas querem dar um golpe

Celso Rocha de Barros (2018) Resta perguntar como chegamos ao ponto de essa proposta liderar as pesquisas.



Who really creates value in an economy?

Mariana Mazzucato (2018) takes aim at neoliberalism and its academic cousin, "public choice" theory.



The real problem with free trade

Jayati Ghosh (2018) criticizes the disproportionate market power enjoyed by a few large global corporations.



Assim se passaram 10 anos

José Roberto Campos (2018) Apesar da destruição inacreditável de riqueza em escala mundial, os barões das finanças saíram ilesos.



Por quem os sinos do clima dobram

Bradford DeLong (2018) Na medida em que o planeta se aquece e os níveis do mar sobem, o comportamento dos ciclones vai mudar e o mundo enfrentará uma longa sucessão de catástrofes naturais. A comunidade internacional não está preparada para um cenário desse tipo.



Política fiscal parece campo minado para futuro governo

Manoel Pires (2018) Pendências se avolumaram nos últimos meses.



Apesar de um recuo, trabalhismo inglês avança

Luiz Eça (2018) Não vejo legitimidade para a campanha criticar Corwyn em nome da comunidade dos judeus ingleses. Eles não conferiram um mandato para ela representá-los. Certo que são associações importantes, mas também existem associações judaico-inglesas que defendem Corwyn e a supressão dos quatro exemplos.



O Fed e o mercado financeiro

Rana Foroohar (2018) Os presidentes dos BCs e a maioria dos economistas tendem a trabalhar com um modelo que pressupõe que desaquecimentos da economia criam desaquecimentos dos mercados. Mas Powell, do Fed, está insinuando que o contrário pode ser verdadeiro.



Salve-se quem puder

Jorge Coli (2018) Incêndio do Museu Nacional é a manifestação do caos em que vivemos.



O Brasil se esfumando

Antonio Prata (2018) O presente é um cadafalso que se abre sob nossos pés todos os dias.



Crise de ideias

David Kupfer (2018) Mascarou-se como um problema de origem regulatória algo que era essencialmente macroeconômico.



Alimentação em transformação

José Graziano (2018) Países exportadores de commodities, como o Brasil, poderão ter de repensar em breve seus modelos de produção. Produtos industrializados como o suco de laranja em caixas, ricos em açúcar e aditivos, perdem cada vez mais espaço para o suco feito na hora.



O atentado vai ajudar Bolsonaro?

Celso Rocha de Barros (2018) Não é possível cravar uma resposta definitiva, porque atentados a candidatos são raros.



Para que crescer?

Juliana de Albuquerque (2018) O exercício de uma racionalidade amadurecida e engajada exige certa valentia.



Por que tão pouco mudou desde a crise?

Martin Wolf (2018) Se aqueles que acreditam na economia de mercado e na democracia liberal não surgirem com políticas melhores, serão varridos. Uma versão melhor do mundo pré-2008 não vai ser suficiente. As pessoas não querem um passado melhor, querem um futuro melhor.



The myth of secular stagnation

Joseph Stiglitz (2018) argues that the concept was always merely a fig leaf for bad politics and flawed economic policies.




Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com