The Political Construction of Brazil

2017. An encompassing analysis of Brazil’s society, economy and politics since the Independence. A national-dependent interpretation. Three historical cycles of the relation state-society: State and Territorial Integration Cycle (1822-1929), Nation and Development Cycle (1930-1977) and Democracy and Social Justice Cycle (1977-2010). Crisis since then. (Book: Lynne Rienner Publishers)

Mais informações

Macroeconomia Desenvolvimentista

2016. With José Luis Oreiro e Nelson Marconi. Our more complete analysis of Developmental Macroeconomics – the central economic theory within New Developmentalism. (book)

Mais informações

Indignados e perplexos

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Nota na página do Facebook

Desde 2013 a direita liberal brasileira deu sinais de não aceitar mais ser governada por um partido de centro-esquerda, não obstante todas as concessões que lhe foram feitas, vimos algo novo e terrível surgir no Brasil: o ódio político. Não tínhamos mais adversários mas inimigos; terminava a política e começava a guerra civil. Assistimos, então, a uma campanha eleitoral lastimável, na qual essa direita foi derrotada.

O caminho que o candidato derrotado apontou no dia seguinte foi o do impeachment. Que prosperou porque (a) ao mesmo tempo se desencadeava uma grande crise econômica que pouca relação tinha com os erros de política econômica cometidos pela presidente; (b) porque a Operação Lava Jato colocava políticos corruptos e políticos honestos em perigo; e (c) porque um conjunto de políticos oportunistas liderados pelo deputado Eduardo Cunha percebeu que esse era o momento de conquistarem a presidência.

O grande acordo da direita com o oportunismo prosperou e o impeachment vai caminhando para a conclusão. Mas quase ninguém está feliz com isso, nem mesmo as elites econômicas rentistas em nome do qual esta violência contra a democracia está sendo praticada.

Hoje, a diferença entre a esquerda e a direita ou, em outras palavras, entre os liberais autoritários e os democratas é que estes estão perplexos e indignados, enquanto que a direita liberal, apenas perplexa.

Meu amigo e notável defensor dos direitos humanos, Paulo Sérgio Pinheiro, é um desses homens indignados. E publicou no The Guardian um artigo notável que reproduzo neste meu website. (Rio Olympics and surreal crisis)


Fale conosco: ceciliaheise46@gmail.com